31 de ago de 2009

Fiat divulga fotos do Novo Punto EVO

O maior destaque do estande da Fiat no Salão de Frankfurt será a reestilização de meia-vida do hatch Grande Punto. O bem-sucedido compacto, lançado na Europa em 2006, carecia de uma mudança visual mais profunda, e foi o que a Fiat decidiu finalmente fazer. Agora que ganhou novo visual, com frente, traseira e interior inspirados nos best-seller 500 e Bravo, o Grande Punto atende por outro nome: Punto Evo.

A frente ganhou um visual robusto graças a adoção de uma ampla entrada de ar cortada por uma peça que ostenta a placa de identificação, sinalizadores de seta (que saíram dos faróis) e faróis de neblina (com desenho redondo simples). O logotipo da montadora italiana é sustentado por um filete cromado, situado logo acima da pequena abertura da grade frontal. Atrás, o para-choque recebeu desenho semelhante ao empregado na peça dianteira.

Veja mais fotos:


[Curiosidades] 10 Carros que não valem o que custam

novo honda city 2 10 carros que não valem o que custam

Em se tratando de Brasil, nenhum carro vale o que custa, mas alguns específicos tem preços tão ridículos que acabam saindo até mesmo da atmosfera de preços absurdos do Brasil. Aí, acabam sendo vendidos somente para quem é muito fã da marca ou do modelo ou para quem não tem a mínima noção do que está fazendo quando vai comprar um carro.

Veja a lista dos modelos que separamos, e fique a vontade para adicionar outros nos comentários.

1) Honda City / Honda Civic

Começar por essa dupla da Honda é clássico. O Honda City não é grande o suficiente para ser chamado de sedã médio, e o Honda Civic é sim um médio, mas com porta-malas de sedã pequeno. Eles custam um absurdo, 57.000 pra cima no City e 65.000 pra cima no seu irmão maior. O problema do primeiro é ser caro demais para o seu segmento, pois deveria custar uns 10.000 reais a menos. E no caso do Civic, ele não destoa muito dos outros sedãs médios, mas dá prioridade para um visual moderno em detrimento de equipamentos de série.

2) Volkswagen Golf

volkswagen golf 2.0 tiptronic 1 10 carros que não valem o que custam

Ele é um hatch jurássico, assim como o Chevrolet Astra, só que custa bem mais. Uns 10.000 reais a mais, na versão de motor igual, 2.0. Pagar 54.000 reais em um hatch tão antigo é complicado. Mas parece que seu visual passado e remendado não impede os muitos fãs do modelo de continuarem o comprando.

3) Chevrolet Zafira

chevrolet zafira expression 2009 10 carros que não valem o que custam

Vender uma minivan baseada no Astra, com muitos componentes compartilhados com ele, e custar quase 20.000 reais a mais não é muito aceitável. Uma Zafira com ar-condicionado digital, rodas 16 e outros mimos presentes no Astra de 44.000 reais passa dos 60.000. E a Chevrolet só consegue continuar cobrando tanto assim porque a concorrência de sete lugares não existia até pouco tempo atrás. Hoje existe, mas não incomoda muito. Então, que a festa continue!

4) Honda Fit

honda new fit flagra evento 1 10 carros que não valem o que custam

Este modelo compacto custa uns 10.000 reais a mais que Fiat Idea e Chevrolet Meriva, e ainda assim vende mais que os outros dois juntos. Qual é o segredo? Uma legião de fãs ardorosos, que enxergam uma qualidade superior no Fit, e não se preocupam em pagar tanto a mais. Só que não vale 52.000 reais ou mais.

5) Fiat Stilo

fiat novo stilo 2008 versao flex 1 10 carros que não valem o que custam

Ele tem motor 1.8 e preços a partir de 49.380 reais. Foi lançado em 2002, e seu visual entrega isso. Todos esses anos nas costas não impedem a Fiat de cobrar caro demais em seu hatch, que tem versões que podem passar dos 65.000 reais, com o mesmo motor 1.8. Adicione todos os opcionais disponíveis no Stilo mais barato (o de 49.000) e seu preço passa dos 67.000 reais!

6) Volkswagen Polo GT

volkswagen polo gt 2.0 flex 2 10 carros que não valem o que custam

O Polo não tem preços tão absurdos quanto o Honda Fit, modelo dessa lista que chega mais perto do segmento do Polo. Mas se nas versões mais simples, o Polo custa pouco mais de 40.000 reais, a versão GT fica nos 52.000. Tudo isso por uma versão GT com motor 2.0 de impressionantes 116 cavalos de potência. Uau!

7) Fiat Doblo Adventure

fiat doblo adventure locker 2009 10 carros que não valem o que custam

Quem será que tem coragem de pagar quase 60.000 reais em uma Doblo Adventure? Devem existir alguns loucos todos os meses, pois a versão continua em linha. O Doblo é um modelo feito para quem quer transportar carga, ou precisa transportar a família de maneira mais econômica. Pagar 47.000 no Doblo mais em conta já é duvidável, agora 58.400 passa da conta.

8) Volkswagen Fox

volkswagen fox prata 10 carros que não valem o que custam

Por que o Fox, na versão de quatro portas, tem que custar 31.000 reais, pelado? Por esse valor você compra um Palio ELX, que é mais equipado, ou um Corsa 1.4. Popular apertado como o Celta judia de todo mundo, mas modelos maiores também custam menos, como o Fiesta. A tentativa de classificar o Fox como um popular superior ao Gol só para cobrar mais por ele não cola.

9) Chevrolet Vectra

chevrolet vectra next edition expression 10 carros que não valem o que custam

Que tal um sedã com calotas por 55.000 reais? Ele tem ótimas dimensões, mas economiza no máximo. O pano dos seus bancos parecem vindos de um Celta. O acabamento interno é terrível, e… bem… em qualquer versão o Vectra não vale o que se pede por ele. Ponto.

10) Ford EcoSport

ford ecosport 2008 2 10 carros que não valem o que custam

A versão mais barata da EcoSport custa 50.690 reais. Tem ar-condicionado e direção hidráulica, tem sim senhor. Mas os vidros são fechados na manivela, as rodas são de aço e os parachoques são pretos. Aliás, todas as peças plásticas são sem pintura, e o acabamento interno é aquela beleza vinda do Fiesta. Se você quiser uma EcoSport completa, também se assusta. Uma XLT 2.0 com o pacote mais completo de equipamentos beira os 66.000 reais.


Fonte/Texto: Noticias Automotivas

29 de ago de 2009

Lançamento: Nissan Livina X-Gear

A Nissan lança nesta sexta-feira o Livina X-Gear, conforme havia antecipado em julho. Espécie de “Sandero Stepway” da marca japonesa, a minivan traz como novidade carenagens de plástico com espírito off-road.Apesar de ser idêntica a Livina urbana - até oferece as mesmas versões -, a X-Gear é considerada pela Nissan outro modelo a ponto de chamá-lo de “terceiro produto da família”, juntamente com a Grand Livina.

Para justificar isso, a Nissan desenvolveu novos para-choques exclusivos do X-Gear, ou seja, teroricamente não dá para transformar uma Livina numa Livina X-Gear - o carro traz ainda rodas de liga aro 15 polegadas com desenho diferenciado.

Além da carenagem em torno do carro, há também um rack de teto de série e grade frontal mais incrementada. Por dentro, o release oficial não ressalta nada diferente do que já existe na linha normal.

Os preços vão de R$ 51 700 na versão 1.6 manual a R$ 63 700 na versão 1.8 SL automática. O carro chegará às concessionárias no dia 08 de setembro.

28 de ago de 2009

Nissan 350Z de arrancada faz incriveis 0 a 100 em 1,2s

Ele é grande, esquisito e muito mal encarado: não queira brincar com esse 350Z em versão de arrancada. Participante do campeonato europeu de arrancada organizado pela FIA (Federação Internacional do Automóvel), o carro que ilustra esse texto traz sob o capô o mesmo bloco 3.5l V6 do esportivo convencional, porém com alterações que o fizeram atingir surpreendentes 1.900 cavalos de potência. Como se não bastasse, esse “monstro” acelera de 0 a 100 km/h em apenas 1,2 segundo!

[Novidades] Lada Lança o Niva 2010



758091_640x408

Mais um modelo aposentado ganha as ruas novamente. A Lada, acaba de apresentar o modelo Niva no salão de Moscou. Dentre "todas" as novidades o modelo ganha uma letra "M' em seu nome, passando a se chamar "Niva M"


758092_640x408


As vendas na europa começam em Setembro. Segundo a Lada, o modelo ganhou atualizaçõe externas como novos retrovisores e parachoques, e internamente pode ser equipado com ar-condicionado. Porém o motor continua mesmo de sempre, 1.7 de 80cv com tração nas 4 rodas e reduzida.


758093_640x408758096_640x408

No ano passado foram publicadas as intenções do grupo CAOA de trazer o modelo de volta ao Brasil custando por volta de R$30.000. Porém ate o exato momento nada foi concretizado. Será que o EcoSport terá um concorrente como este nos próximos meses?

Aguardaremos mais respostas para mantê-lo informado.

Texto: Eduardo Oliveira - EdVolks

Fonte/Fotos: Novidades Automotivas

26 de ago de 2009

[Segredo] Chevrolet Agile sem disfarces

Acabou de vez o mistério. Autoesporte apresenta, em primeira mão, todos os ângulos do Chevrolet Agile. O nosso espião indiscreto flagrou o hatch tomando banho, totalmente desnudo. Depois, enxuto, foi apresentado à diretoria da GM. Assim, você confere em primeira mão o desenho da traseira e do quadro de instrumentos, além de mais fotos da dianteira do hatch que será lançado em outubro.O desenho da traseira é muito parecido com o do GPix, conceito apresentado pela GM no Salão do Automóvel do ano passado.

As lanternas têm desenho em estilo bumerangue e invadem bem a lateral do carro. A maçaneta da tampa traseira é embutida, igual à do Astra, e o vidro de trás faz um “V” na parte inferior, como, por exemplo, o VW Polo. O para-choque traseiro será bem alto na parte lateral. A grade dianteira é surpreendentemente grande, digna de jipões.
Para ladear uma grade tão ampla, os faróis também têm proporções impressionantes. Além de largos, são longos a ponto de avançar até mais da metade da linha do capô.

O quadro de instrumentos é dividido por um display central digital, que mostra temperatura do motor, hodômetro (parcial e total) e informações do computador de bordo (autonomia, consumo estimado etc). Do lado esquerdo fica o velocímetro. No lado direito aparecem o conta-giros (que fica tão no canto do quadro que o ponteiro aponta para baixo quando o giro do motor sobe) e o marcador de combustível - este sem surpresas, até um pouco acanhado.

O Agile chega apenas com motor 1.4 Econo.Flex de 105 cavalos e câmbio manual. No começo do ano que vem, ganhará opção de câmbio Easytronic, que a GM vem desenvolvendo para render melhor que no pioneiro Meriva.
Fonte: Autoesporte

[Zero Km] Teste da Nova Saveiro


A Volkswagen é perita em guardar segredos automotivos. A nova geração do Gol e do Voyage foram os lançamentos mais bem guardados (e escondidos) pela montadora alemã. O Gol só apareceu dois meses antes do lançamento pela revista Quatro Rodas disfarçado de Peugeot 307 e quase um ano antes pela Auto Esporte, mas com disfarce quadriculado. A não ser das cegonheiras carregando as primeiras unidades para as consecionárias, o Voyage só apareceu pela primeira vez em Brasília, em sua versão definitiva, uns meses antes do lançamento. O mesmo aconteceu com a nova picape Saveiro. A não ser pelas cegonheiras flagradas semana retrasada, o carro foi flagrado unicamente há cerca de três meses pela Quatro Rodas, no qual estava disfarçada de GM Montana. Agora, com o lançamento para o público na semana que vem, o modelo quer recuperar um terreno que um dia foi dela (em décadas passadas, antes de surgir a Strada). O Car Auto Brasil esteve no lançamento da nova Saveiro, onde pude fazer um breve test-drive no modelo.
De Saveiro, sobrou apenas o nome. Depois de quatro anos de gestação, a montadora finalmente mostrou a novíssima Saveiro. O modelo veio derivado do Gol (por incrível que pareça, houve gente dizendo que a nova Saveiro iria surgir da base do Fox!), e traz o mesmo acabamento interno do Gol G5, mas de semelhante ao irmão, a Saveiro 2010 só tem a frente e o painel. O resto é tudo novo. E, como é um lançamento, digamos, inédito, vamos analisar de fora para dentro.
A Saveiro G5 segue a receita que a GM usou para fazer a Montana. O novo modelo só é semelhante ao Gol da frente até os para-lamas. E só. O resto é tudo novo (ah, os espelhos também são do Gol; esqueci desse detalhe). Na versão básica, os para-choques são pretos. A unidade testada (versão Trooper) veio completa. Porém, as rodas de aço com um cinza grafite traz impressão de carro barato (parece ser da GM Blazer, mas na Saveito está mais estilizada), mas mesmo assim traz um "quê" esportivo. O carro traz um step-side, vindo também da concorrente da Chevrolet, que facilita o acesso á carga. Atrás, a novata segue o design da Amarok (futura picape média que será lançada no Brasil no ano que vem). O logotipo da Volkswagen ficou menor, e o nome do carro ficou no centro da tampa, embaixo do logotipo (a Renault fez a mesma coisa com seus lançamentos recentes). Sem exageros de plástico, o modelo agrada até na versão básica (na Strada, até na versão básica tem plásticos em volta da carroceria). Mais uma vez a Volkswagen acertou a mão no visual do modelo.

Depois de analisar a estética, entramos para dentro da picape. Ao entrar, a sensação de estar no Gol ou no Voyage foi muito grande. A posição de dirigir é a mesma dos irmãos. O painel é o mesmo, bem como os (confortáveis) bancos. E, já que estava lá dentro, dei uma experimentada na picape e andei por alguns instantes, poucos, mas bem aproveitados minutos. A sensação de estar no Gol com o carro em movimento veio denovo, pois a suspensão dianteira é a mesma do hatch. Já a suspensão traseira é uma versão reforçada do Golf nacional. Como convém a um utilitário, a nova Saveiro é mais alta do que seus congêneres de passeio. A suspensão dianteira independente, tipo McPherson, possui sistema de isolamento idêntico ao do Golf que, segundo a VW, filtra as irregularidades do piso e diminui o nível de vibrações e ruídos na cabine. Já o eixo traseiro, com construção interdependente com braços longitudinais, incorpora molas helicoidais com curvas de carga superprogressivas, que visam equalizar as condições de dirigibilidade tanto vazia quanto carregada.

Projetada para transportar até 715 kg de carga, é também amplamente utilizada para uso pessoal em atividades de lazer. Nessas condições, segundo a VW, a maioria dos usuários transporta em média apenas a metade do peso de sua capacidade total. Por isso, o teste-drive contemplou os jornalistas com a avaliação de versões vazias, com apenas dois passageiros, e com carga de 350 kg. Ambas apresentaram comportamento exemplar de condução, sob chuva. O motor 1.6 VHT e o câmbio manual que equipam a nova Saveiro são os mesmos utilizados no Gol e Voyage. O propulsor, que desenvolve 104 cv de potência a 5.250 rpm e torque de 15,6 kgfm a 2.500 rpm é agora instalado transversalmente e dispensa comentários. Elástico e pouco ruidoso, oferece excelente faixa de torque e trabalha em harmonia perfeita com o câmbio, cujo escalonamento teve a primeira e segunda marchas encurtadas em 9% e 7% respectivamente. Durante o teste, de pouco mais de 80 km quase que totalmente pelo asfalto, o conjunto demonstrou eficiência nas acelerações e retomadas de velocidade. Segundo a VW, a picape é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 10,5 segundos e atingir 179 km/h de velocidade máxima, quando utilizando álcool como combustível.
O novo conjunto de suspensões, independente do tipo McPherson com braços triangulares transversais, molas helicoidais e barra estabilizadora de 20 mm de diâmetro na dianteira; e interdependentes com braços longitudinais, molas helicoidais superprogressivas e amortecedores pressurizados na traseira, oferecem equilibrada relação entre maciez e conforto.Rodando tanto vazia quanto com meia carga (350 kg), a nova Saveiro demonstrou a agilidade e dirigibilidade de um automóvel, guardados os devidos limites quando carregada. Firme no asfalto, sem ser mole ou dura demais, a Saveiro apresentou boa estabilidade mesmo sobre trechos esburacados e baixo nível de ruído dentro da cabine.

O sistema de sonorização, por sua vez, valoriza o conforto interno. O modelo oferece, opcionalmente, dois sistemas de som: o Radio Concept Low, contendo rádio AM/FM e leitores de cartão SD e porta USB para músicas gravadas em MP3; e Rádio Mid, contendo adicionalmente entrada par aCD, além de interface Bluetooth para conexão com telefones celulares e outros dispositivos. Agradável de dirigir como um automóvel de passeio, e pratica e funcional para transportar meia carga e duas pessoas, como um utilitário leve deve ser. Para desbancar a Strada, isso só deverá acontecer depois do final do ano. Já a Montana é mais viável para ser ultrapassada. Porém, a nova Saveiro tem que se agilizar para ultrapassar a Montana, pois ela também ganha substituto no ano que vem.

Fonte/Texto: Car Auto Brasil

25 de ago de 2009

[Segredo] VW Sirocco é flagrado na Argentina

Uma unidade do esportivo Scirocco, da Volkswagen, foi flagrada novamente ciruclando em testes por solo argentina. Fotografado pela primeira vez há cerca de duas semanas na capital Buenos Aires, o cupê baseado no Golf V foi visto desta vez na província de Chubut realizando as mesmas tarefas de sempre: testes de longa duração acompanhado de unidades do novo Seat Ibiza.

Segundo informações coletadas pelo Argentina Auto Blog com fontes ligadas à Volkswagen, a montadora costuma testar muitos modelos pelo país, inclusive os que não serão lançados por lá. A chegada do conversível Eos há pouco tempo, no entanto, reforça a hipótese de que a marca alemã poderia lançar o Scirocco no Mercosul.

Enquanto isso, o mistério do Scirocco branco, desprovido de placas de identificação e qualquer tipo de disfarce, ronda o país vizinho. Será que são apenas testes periódicos? Ou adaptação ao nosso mercado?

[Segredo] Fiat 500 já está no Brasil

Por Leonardo Figueira
Fotos Anônimo

A Fiat só vai apresentar o 500 em setembro, mas as unidades para serem vendidas já estão desembarcando no Brasil, o carro será vendido com o motor 1.4 de 100 cv, e o preço estimado de R$ 70.000. Ele será fabricado no Mexico e vendido nos Estados Unidos que será usado com motor Tritec 1.6 16V.

24 de ago de 2009

[Novidades] Plymouth Road Runner (estudo 2010)


Dessa vez é só um conceito criado por um designer, mas segue a onda de revisitar clássicos americanos.

Numa pesquisa na net, vi que essas imagens já estão rolando há 1 anos. Mas como nossa intenção não é furo de reportagem, acho que vale postar. Só quero colocar meu ponto de vista sobre o assunto aqui:

De verdade, eu acho bem legal a linha desses carros, mas me parece que eles seguem um padrão de desenho. Tão ficando meio pasteurizados...

Será que daqui 30 anos os designers vão redesenhar os muscle cars dos anos 2000???

Enfim, é só um ponto a se pensar. Se já não ta ficando batido e cansativo.

Vamos ao original: o Plymouth Road Runner 1971.


O bicho tinha motor V8 com cilindradas que variavam conforme a versão.
Esse da foto mostrando a traseira é a versão GTX. Suas especificações:

440+6 V8 385 bhp @ 4700 rpm, 490 lb-ft @ 3200 rpm.

A medida em bhp (Brake Horsepower) se refere ao método de medição da época, que era feito direto no motor. Hoje, usa-se um dinamômetro e mede-se em hp (horsepower).

Fontes: CarBodyDesign (tem mais fotos do conceito), MoparMuscleMagazine e MuscleCarClub.
Texto: Altogiro

Chegamos a 3000 visitas!

As 23:18 do dia 24/08/09 chegamos a 3000 vistas a edvolks.blogspot.com! Muito obrigado a todos que prestigiam o nosso trabalho!

Eduardo Oliveira - EdVolks

[Oportunidades] Concessionária Honda oferece vagas de emprego

A Concessionária Honda Kaizen RS, de Porto Alegre está a procura de profissionais interessados na área de consultoria de vendas. Os pré requizitos exigidos são:

- Pessoas que gostem de interação com o público.
-Formadas ou cursando o ensino superior.
- Ter CNH a pelo menos 3 anos.
- Com interesse na área de Vendas.
- Que almejam ser profissionais diferenciados no mercado.

Acesse o site: www.profissionaisexigentes.com.br para mais informações e envio de currículos.

Nota ao leitor

Caro leitor, venho por meio deste post esclarecer algo que vem ocorrendo com o edvolks.blogspot.com. Nos últimos dias o volume de atualizações e postagens tem diminuido exponêncialmente em virtude de seu Editor, Eduardo Oliveira Varges, não ter tempo suficiente para o fazê-los com mais frequência.
Nós ficamos muito agradecidos de tê-lo como leitor assíduo. Para que nosso blog melhore ainda mais, pedimos a sua colaboração com sugestões para reportagens, dicas e notícias que você ache relevante em ser publicada por aqui.
Mais uma vez, deixo o nosso muito obrigado e tenha um bom dia

Edvolks.blogspot.com

[Novidades] Suzuki SX4 no Brasil


A Suzuki anunciou o lançamento no Brasil do SX4. O carro terá motor 2.0 a gasolina 16v de 145 cv, e será vendido a partir de R$ 61.990 com transmissão manual e R$ 66.790 com câmbio automático.

A Suzuki classifica o SX4 como um crossover devido ao seu sistema de tração 4×4 integral chamado i-AWD, sistema distribuir automaticamente a força do motor entre as rodas. O carro tem airbags frontais, freios ABS de série, rodas de liga leve de 16 polegadas, ar-condicionado, direção eletro-hidráulica, vidros, travas e retrovisores elétricos e sistema de som com leitor de arquivos MP3 e entrada para auxiliar iPod.

O SX4 começam a ser vendido em setembro, mas algumas revendas da Suzuki já receberam o modelo.





Fonte: BlogCarburado

23 de ago de 2009

[Novidades] Smart apresenta seu modelo elétrico

395285_640x408

Na última sexta feira foi divlgada pela Smart, fotos de seu novo conceito, o fortwo ED. Segundo a fabrica, o modelo começa a ser produzido até o final de 2009, mas só chega ao mercado Norte Americano e Europeu em 2012.

Os modelos conceituais estão sendo testados por alguns consumidores, selecionados pela montadora, para que seja avaliado seu desempenho e eventuais falhas. Este mesmo esquema foi utilizado em 1996 pela General Motors no Programa "Impact". Mais de 800 consumidores californianos testaram o EV1.

2278836_640x408

O modelo é equipado com motor elétrico de 41cv, que desempenha de 0a 100km/h em 6.5s, com velocidade máxima limitada eletrônicamente, em 100km/h. As baterias são de íon de lítio produzidas pela Tesla Motors, fábrica de esportivos elétricos situada na Europa. A autonomia fica em 115 km quando a bateria é carregada completamente por 8 horas.


677097_640x408


Eduardo Oliveira - EdVolks

Fonte/Fotos: Novidades Automotivas